2020-02-Banner-Capa

Consumo de podcasts no Brasil chega a 40% dos internautas

Estamos em uma nova era do áudio e uma das grandes transformações dos últimos anos foi o crescimento no consumo de podcasts. Parafraseando uma fala famosa, no futuro todo mundo terá seus 15 minutos nesse formato.

Muito mais que uma tendência, o aumento no consumo e na produção de podcasts ano a ano mostra que eles vieram para ficar. A estimativa da eMarketer é que a audiência do formato chegue a 23,5% da população mundial conectada até 2024. Ou seja, quase um em cada quatro internautas no mundo logo será ouvinte de podcast.

Nesse cenário, o Brasil ocupa um lugar de destaque. Segundo uma pesquisa do site Statista, mais de 40% dos brasileiros conectados já entraram nessa onda. Apenas Suécia e Irlanda aparecem no mesmo patamar, completando o pódio global.

Portanto, esse é um mercado muito interessante para as marcas que procuram maior proximidade com o público. Saiba mais!

Cresce o consumo de podcasts no Brasil

Nos últimos anos, o hábito de ouvir e criar podcasts no Brasil vem crescendo aceleradamente. Como revela a Globo, foi o país com maior crescimento na produção em 2020 e, durante a pandemia, teve um público de 57% das pessoas ouvindo o formato pela primeira vez.

Esses números confirmam a posição privilegiada da podosfera brasileira no mundo. Além de figurar no top 3 mundial do Statista, o Brasil também aparece como segundo maior mercado consumidor de podcasts nos dados de Podcast Stats Soundbites.

Sem dúvida, o brasileiro é apaixonado por áudio, como sua relação com a rádio já demonstra, considerando que o meio é ouvido por 80% da população, segundo a Kantar IBOPE Media.

Na internet, o consumo de áudio por serviços de streaming chega a 13 bilhões de horas por mês no Brasil, de acordo com a Comscore.

Para alimentar esse interesse, o País tem aumentado sua produção de podcasts no mesmo ritmo. O Listen Notes coloca o Brasil como segundo maior produtor do formato, atrás apenas dos Estados Unidos.

Mas é interessante notar que o podcast é, na verdade, multiplataforma. Nesse sentido, por exemplo, o Google mostra que 63,1% dos usuários de YouTube gostam de acompanhar seus programas favoritos pela rede de vídeos. Para a audiência, a experiência com o conteúdo assim se torna ainda mais próxima.

 

Fonte: Negócios SC

Assine nossa Newsletter