2018-Fenaert-Banner

Exclusivo: 98 FM apresenta mudanças em sua área artística em Curitiba

A 98 FM 98.9 de Curitiba continua com mudanças em sua área artística e lança oficialmente nesta terça-feira (14) a sua plástica 2018. A nova “identidade artística” que vai ao ar pela emissora do formato popular/hits foi produzida pela RF Mídia com voz do locutor Caio Cezar, do Cesaronline.com. As novidades fazem parte do processo de reposicionamento da 98 FM na capital paranaense.

A emissora já havia feito o lançamento de uma campanha de reposicionamento de sua marca para o mercado curitibano no final de julho. Com o tema “Se é Pop, tá na 98FM”, a nova identidade da rádio visa enaltecer as músicas e conteúdos populares da programação de forma moderna.

As mudanças na grade da 98 FM foram inseridas de forma gradativa ao longo do mês. A rádio já está com três novos programas e deve lançar novas atrações com a efetivação da mudança na sua grade.

“Nossa parceria teve início na última Copa do Mundo com o conteúdo do Torcida Brasil. O projeto agregou bastante valor para estratégia comercial da emissora e agora firmamos essa parceria na produção artística, criativa e de conteúdo”, comentou Duka Pazdziora, coordenador artístico e de marketing.

A campanha de reposicionamento da rádio também tem o objetivo de aumentar a participação da emissora na audiência de Curitiba. A 98 FM está próxima das rádios que ocupam a 1ª e 2ª posições e com boa vantagem para a demais FMs.

 

Fonte: Tudo Rádio.

Jovem Pan define candidatos que irão participar de debate durante a programação de fórum que será realizado no fim do mês

O Grupo Jovem Pan, que controla a Jovem Pan FM 100.9, a Jovem Pan AM 620 e a Jovem Pan News, definiu os nomes dos candidatos que irão participar do debate que será realizado durante a próxima edição do Fórum Liberdade e Democracia do Instituto de Formação de Líderes de São Paulo. O evento será realizado em conjunto ao Fórum Mitos & Fatos, no dia 27, no Hotel Unique, na capital paulista. Geraldo Alckmin, Jair Bolsonaro, Álvaro Dias, Marina Silva e Ciro Gomes são os convidados a participar do debate.

O evento organizado pela Jovem Pan será organizado em duas partes. Na primeira acontecerá o Mitos e Fatos: Empreendedorismo em que executivos e especialistas do mundo todo discutirão os maiores desafios do setor. Essas discussões serão divididas em três diferentes painéis, cujos temas serão “As armadilhas de empreender no Brasil”, “Perspectivas para o Brasil” e “Empreendedorismo além da política”.

Já na segunda etapa será apresentado ao público um debate democrático com os principais candidatos à Presidência da República nas eleições deste ano em que cada um terá a oportunidade de detalhar seus planos de governo e propostas para o país.

Intitulada “Brasil empreendedor – além da esquerda e da direita”, essa será a 5ª edição do Fórum Liberdade e Democracia organizado pelo Instituto de Formação de Líderes, a primeira feita em parceria com a rádio. Mitos e Fatos, por sua vez, chega à sua 10ª edição. Já foram abordados os temas Cidades do Futuro, Alimentação do Futuro, Transformação Digital, Justiça Brasileira, Empreendedorismo, Saúde, Mobilidade, Economia e Segurança Digital.

Fonte: Tudo Rádio.

Teresópolis deixará de ter sinal analógico em breve

Em 28/11 os televisores de Teresópolis deixarão de receber o sinal analógico de TV (UHF).

O Prefeito Vinicius Claussen assinou Termo de Cooperação com a Seja Digital, entidade responsável pelo processo de digitalização do sinal de TV no Brasil. A parceria tem como objetivo facilitar o acesso das pessoas inscritas nos programas sociais federais aos conversores e antenas digitais gratuitos.Só em Teresópolis serão mais de 12.500 Kits. A Prefeitura vai agendar a entrega a beneficiários do Bolsa Família, do Benefício de Prestação Continuada e do Minha Casa Minha Vida, entre outros programas sociais do Governo Federal. A distribuição é de responsabilidade da Seja Digital.

Neste trabalho conjunto, equipes dos cinco Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), e dos Conselhos Tutelares 1 e 2, entre outros órgãos, serão treinados para orientar o público-alvo sobre o processo de conversão do sinal, e explicar como vai ser o acesso aos equipamentos gratuitos para receber a transmissão digital.

Para saber se tem direito ao kit gratuito, a população pode ligar gratuitamente para o número 147 ou acessar o portal sejadigital.com.br/kit, com o NIS (Número de Identificação Social) em mãos.

A reunião que definiu os detalhes da ação, na última sexta-feira (13/07), contou com a coordenadora local da Seja Digital no interior do Rio de Janeiro, Carla Tavares, com os Secretários Municipais Cléo Jordão, de Cultura, Esporte e Turismo, Marcos Jaron, de Trabalho e Desenvolvimento Social, e Rolf Danziger, pela Comunicação Social. Também acompanharam o encontro os Subsecretários Érika Marra, de Esporte, e Henrique Silva, de Turismo.

Fonte: Portal Terê com informações da AsCom PMT

Fenaert é contrária à aprovação de Projeto de Lei que descaracteriza emissoras de rádio comunitárias

A Federação Nacional das Empresas de Rádio e Televisão (FENAERT) vem a público manifestar contrária a aprovação pelo Senado Federal do texto referente ao PLS nº 513/17. Conforme ementa do projeto, as rádios comunitárias terão sua potência aumentada para até 150 watts (seis vezes maior do que a atual prevista em lei, de 25 watts), além de aumento de um para dois canais onde as rádios comunitárias podem operar.

As rádios comunitárias têm como característica principal a prestação de serviço para determinado bairro, comunidade ou vila. Ao expandir a frequência de forma deliberada, as emissoras comerciais poderão ter sua atividade econômica prejudicada, além de desconsiderar o aumento da distância necessária entre uma estação comunitária e outra, que cresceria proporcionalmente e poderia inviabilizar a atividade de outras interessadas. A aprovação do PLS nº 513/17 é um desserviço e não respeita a essência do serviço prestado por este segmento radiofônico. A FENAERT manterá seu posicionamento contrário e atuará fortemente para a não aprovação da matéria na Câmara dos Deputados.

A medida aprovada pelos Senadores ignora aspectos tecnológicos e legais, dos quais listamos dois:

•          A avaliação do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, manifestada no último mês de junho, entende que as alterações propostas pela matéria “partem de uma compreensão equivocada do sistema brasileiro de radiodifusão” e “ameaçam o equilíbrio de distribuição de canais no espectro radioelétrico, que garante o bom funcionamento das emissoras de rádio e televisão, sem interferências indesejadas”;

•          A Lei nº 9.612, de 19 de fevereiro de 1998, prevê que as rádios comunitárias operem em “frequência modulada, em baixa potência e cobertura restrita, outorgada a fundações e associações comunitárias, sem fins lucrativos, com sede na localidade de prestação do serviço”, e que tem por finalidade o “atendimento à comunidade beneficiada”;

 

imagem materia

Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

Assine nossa Newsletter