2020-02-Banner-Capa

Secom do Governo Federal apresenta proposta de simplificação do Midiacad e destaca parceria com entidades de radiodifusão

A Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom) realizou uma reunião virtual com radiodifusores de vários estados, via plataforma Microsoft Teams, para apresentar a nova proposta de simplificação do Cadastro de Veículos de Divulgação (Midiacad). A participação de Santa Catarina foi efetiva com 280 inscrições. A atuação da Acaert, Aerp e Amirt foi destacada durante o encontro.

Durante a reunião, o Secretário Especial de Comunicação Social, André de Sousa Costa, anunciou que a Secom está promovendo uma reformulação do órgão com o objetivo de desburocratizar e simplificar os processos. “Neste sentido, é fundamental a participação das entidades de radiodifusão, legítimas representantes do setor”, informou.

As associações de radiodifusão de Santa Catarina, Paraná e Minas Gerais apresentaram propostas que ajudarão o esforço da Secom para oferecer um serviço mais efetivo, em visita realizada no começo de julho em Brasília. Antes de sua participação, André Costa veiculou uma mensagem em áudio do presidente da República, Jair Bolsonaro, que lembrou o papel do rádio para o futuro do Brasil. “Aproveitem esse momento importante para o país”, disse.

Na reunião, também foi divulgado que a Secom vai revisar as tabelas de mídia das emissoras, que não são atualizadas há dois anos. “Mais do que isso vamos também melhorar nosso sistema de métricas”, informou o Secretário de Publicidade e Promoção, José Ricardo da Veiga. “Vamos reforçar o grupo de mídia da Secom”, completou.

A gerente de Mídia da Secom, Carla Bertin, apresentou o processo de simplificação do Midiacad, cadastro de veículos de divulgação da Secom e que se constitui em um conjunto formal de dados cadastrais, comerciais e negociais de veículos dos diversos meios de divulgação utilizados nas ações de publicidade do Poder Executivo federal. Atualmente, existem mais de 12 mil veículos cadastrados, mas sendo apenas 2.317 rádios com status “conforme”, ou seja, que preenchem os requisitos para receber o investimento de mídia.

“Agradeço a radiodifusão de Santa Catarina que entende o seu papel de participação e envolvimento. Tenho orgulho da entidade em poder, pela sua qualificação e expertise adquirida ao longo dos anos com trabalho realizado junto ao Governo do Estado, ser exemplo para o Brasil, contribuindo com o Governo Federal nessa ação de valorização da radiodifusão brasileira”, destacou o presidente da ACAERT, Silvano Silva.

Fonte: Tudo Rádio

Assine nossa Newsletter