Projeto que garante isonomia a veículos de imprensa em entrevistas coletivas de autoridades avança na Câmara

As autoridades deverão obedecer aos princípios constitucionais de impessoalidade, imparcialidade e não discriminação ao oferecer informação pública. Essa é a principal determinação do Projeto de Lei 542/19, da deputada Maria do Rosário (PT-RS), que foi aprovado nesta quinta-feira, 7 de novembro, na Comissão de Cultura da Câmara dos Deputados.

A proposta ainda será analisada em caráter conclusivo pelas comissões de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática, Constituição e Justiça, e Cidadania.

Reportagem de Lara Haje, da área de comunicação da Câmara dos Deputados, informa que a ideia é garantir isonomia a veículos de imprensa em entrevistas coletivas com representantes dos três poderes, além de órgãos e instituições públicas.

A regra valerá para empresas de comunicação, jornais, rádio, TV e mídia virtual. Quando for negado cadastro ou credenciamento de jornalista para alguma entrevista coletiva, as razões deverão ser documentadas e justificadas.

De acordo com a reportagem de Haje, "caso a negação não esteja pautada nos princípios constitucionais citados no projeto, o responsável deverá responder a sanções previstas na Lei de Acesso à Informação". Entre as sanções possíveis, destaque para advertência, multa e rescisão do vínculo com o poder público.

Em seu parecer favorável ao projeto, o relator, deputado Chico D'Angelo (PDT-RJ), afirmou que “a exigência de tratamento isonômico em coletivas para veículos de comunicação reforça o cumprimento do preceito constitucional de amplo acesso" a "informações de órgãos e entidades públicas”.

Fonte: Portal Imprensa

Dia do Radialista é comemorado de forma oficial nesta quinta-feira (7)

Os radialistas de todo Brasil estão comemorando o Dia do Radialista nesta quinta-feira (7). A data foi instituída por meio de lei em 2006 como forma de homenagear o compositor, músico e radialista Ary Barroso, nascido em 7 de novembro de 1903 e falecido em 9 de fevereiro de 1964.

A data foi estabelecida após decreto do ex-presidente Lula em 2006 em homenagem ao compositor, músico e radialista Ary Barroso, nascido em 7 de novembro e falecido em 9 de fevereiro. Mas os radialistas também festejam o 21 de setembro, porque nessa data, em 1943, o então presidente da República Getúlio Vargas assinou uma lei que criou um piso salarial para a profissão.

Em maio deste ano entrou em vigor uma mudança no sistema de emissão de registros profissionais da Secretária do Trabalho, ente integrante do Ministério da Economia, relativa à emissão de registros profissionais para radialistas, em atendimento ao cumprimento da Lei 6.615/1978. Com isso, os registros serão emitidos para a profissão Radialista, e não para uma das funções exercidas. A solicitação de alteração no sistema foi feita pela Federação Nacional das Empresas de Rádio e TV (FENAERT).

O Ministério da Economia formalizou também que o sistema em questão foi alterado, atendendo à decisão obtida no processo administrativo. Para solicitar a emissão de registros junto ao Ministério basta acessar: http://sirpweb.mte.gov.br/sirpweb/pages/impressoes/emitircartao/profissional/main.seam

 Fonte: Tudo Rádio

FENAERT apoia lançamento da Frente Parlamentar da Radiodifusão

frenteNesta quarta-feira, 30 de outubro, foi lançada na Câmara dos Deputados a Frente Parlamentar da Radiodifusão. Criada por sugestão do deputado Eli Corrêa Filho (DEM-SP), a iniciativa conta com mais de 270 participantes e é considerada uma das maiores frentes parlamentares da Casa. A Frente tem como intuito defender os projetos de interesse do setor de radiodifusão que tramitam na Câmara dos Deputados - até então, a articulação ocorria caso a caso. “Agora, com o apoio de entidades como Fenaert e Abert, que representam o setor, os temas serão debatidos em uma frente única”, destaca o presidente da Fenaert, Guliver Leão.

O deputado Eli Corrêa, que preside a Frente, é advogado e radialista. Entre os principais projetos que estarão na pauta da nova frente parlamentar, está a migração das rádios AM para FM, oferecendo melhor qualidade de áudio e transmissão, além de viabilizar a veiculação da programação no celular. Até o momento, 1.670 emissoras já solicitaram a mudança de espectro. Outras bandeiras da frente são a defesa da liberdade de expressão e de imprensa e a redução das assimetrias regulatórias.

Diretoria da Fenaert se reúne em Brasília

 

Nesta terça-feira a diretoria da Fenaert esteve reunida na sede da entidade, em Brasília. Entre os assuntos em pauta, a análise da possível Reforma Sindical, que vem sendo estudada pelo governo federal, centrais sindicais e grupos de trabalho. A diretoria avaliou as tendências e possíveis pontos a serem abordados na Reforma.

WhatsApp Image 2019-10-30 at 10.20.28

80e66455-cc40-4cdd-8614-ee2cccba0c95

766654f7-0593-4a22-a833-cf0bb7d37125

Câmara lança ferramenta para checagem de fake news

Batizada de Comprove, a Câmara dos Deputados lançou uma ferramenta para checagem de notícias falsas. Por meio de um número de WhatsApp, cidadãos poderão encaminhar dúvidas ou conteúdos para verificar a veracidade das informações relacionadas à Casa ou seus integrantes.

A equipe que abastece a ferramenta ficará encarregada de conferir a autenticidade e responder a demanda, classificando o material como fato, falso ou impreciso.

O recurso foi apresentado no seminário Fake News, Redes Sociais e Democracia, realizado em parceria com o instituto "E se fosse você?". Também foi criada uma página no portal da Câmara dos Deputados, na qual poderão ser consultadas as checagens feitas.

O serviço também apresenta dicas e orientações sobre como evitar, não acreditar ou reproduzir esse tipo de conteúdo.

“Uma informação falsa em relação a uma votação gera ódio ao Parlamento e vontade de alguns de ir contra as instituições do Estado democrático de direito. Quando o Congresso derruba veto ao projeto de abuso de autoridade, vem a fake news: políticos vão julgar os juízes”, disse o presidente da Câmara, Rodrigo Maia.

Fonte: Portal Impresa

Presidente da Fenaert participa do 25º Congresso da Agert

WhatsApp Image 2019-10-23 at 09.49.13O presidente da Federação Nacional das Empresas de Rádio e TV (Fenaert), Guliver Leão, está participando do 25º Congresso Gaúcho de Rádio e Televisão, promovido pela Associação Gaúcha de Emissoras de Rádio e Televisão (Agert). O evento iniciou nesta terça, 22 e segue até a quinta, 24, no Hotel Vestena em Canela, na Serra Gaúcha. Centenas de representantes da radiodifusão de todo o Rio Grande do Sul estão reunidos, discutindo tendências do segmento.

ea6fa8e0-9c43-4fce-9c58-548f18c08e0dEm sua fala, nesta terça, Leão destacou a atuação da entidade junto a demandas do setor e as recentes conquistas do segmento e seus impactos no dia a dia das rádios e TVs, como a alteração na Lei do Radialista. Ele ainda destacou outros movimentos que estão por acontecer, que impactarão o segmento. “Depois da ampla reforma trabalhista, estamos prestes a ter uma nova reforma sindical e temos de estar atentos às modificações que poderão ocorrer nesse sentido”, reforçou Leão.

O presidente ainda citou a criação da Frente Parlamentar da Radiodifusão,prevista para ser lançada na Câmara dos Deputados, no dia 30 de outubro. “Juntamente com a ABERT, a FENAERT dá todo apoio para a iniciativa, que já conta com 250 assinaturas e é considerada uma das maiores frentes parlamentares da Casa”, finalizou.

 

Jovem Pan FM segue em expansão e anuncia chegada ao Centro-Oeste do Mato Grosso

A rede liderada pela Jovem Pan FM 100.9 de São Paulo segue em expansão por vários mercados brasileiros e deve fortalecer sua presença no estado de Mato Grosso. Com estreia programada para o dia 4 de novembro, já está no ar e em formato de expectativa a futura Jovem Pan FM 91.1 de Barra do Garças. A estação é uma recém migrante AM-FM e a novidade foi relatada no Mapa da Atualização do tudoradio.com. A audiência da região de Rio do Sul, em Santa Catarina, também aguarda a chegada da rede paulista.

Com data de lançamento para o dia 4 de novembro, a Jovem Pan FM em Barra do Garças será apresentada à rede durante a abertura do programa Pânico, às 12h. A estreia fará com que o número de afiliadas da rede em Mato Grosso suba para três, estado que já conta com a Jovem Pan FM 93.3 de Cuiabá e Jovem Pan FM 102.9 de Poxoréo/Rondonópolis, esta que também foi originada por meio de um processo de Migração AM-FM e que optou por se filiar junto a marca paulista.

Além da futura estreia no Mato Grosso, está previsto para o próximo dia 28 o lançamento oficial da Jovem Pan FM 93.9 na região de Rio do Sul, em Santa Catarina. Assim como a de Barra do Garças, a afiliada também já segue no ar e em formato de expectativa para o início dos trabalhos junto à rede.

Fonte: TudoRádio

Band FM passa a contar com mais duas afiliadas. Rede estreia em Poços de Caldas (MG) e Avaré (SP)

A Rede Band FM, liderada pela Band FM 96.1 de São Paulo, passou a contar com mais duas afiliadas, sendo uma no interior de São Paulo e outra em Minas Gerais. Trata-se da Band FM 98.7 de Avaré, emissora que estava abrigando a programação da Transamérica Hits FM. A outra é a Band FM 90.3 de Poços de Caldas. As duas rádios iniciaram a segunda-feira (14) transmitindo a programação da rede. As mudanças foram registradas pelo Mapa da Atualização do tudoradio.com. Essa é a primeira vez que a Band FM transmite a partir de Avaré, apesar de a região já ser abrangida pela Band FM 99.9 de Ourinhos/Santa Cruz do Rio Pardo. A possibilidade de a Band FM iniciar suas transmissões em Avaré se deu com a mudança do projeto de rede da Transamérica Hits, que unificou a grade e está transmitindo uma programação voltada ao público jovem/adulto, partindo da Transamérica FM 100.1 de São Paulo. A 98.7 FM já recebeu outros projetos de rede após operar por vários anos como Panorama FM 98.7. Além da Band FM, a frequência já foi Nativa FM e, mais recentemente, Transamérica Hits. Com a chegada da marca, Avaré fica mais uma rede em seu dial, já que a cidade conta com a Rádio Mix FM 90.3 (primeira afiliada da rede) e a Jovem Pan FM 102.1 (segunda vez que passa pela cidade). Avaré ainda conta com as locais Paulista FM 99.5 e a Interativa FM 101.7. Em Poços de Caldas, a Band FM também está ocupando uma frequência que abrigava a Transamérica Hits. Recentemente, a emissora divulgou sua grade de programação local. O "Manhã Show" terá em seu conteúdo música, prêmios e entretenimento e será comandado pela dupla Paulo Marcelo e Luciana Abreu. Já o período vespertino será composto pelo "É D+" (14h às 15h), atração que será voltada ao público feminino, seguido das 15h às 17h pelo "Tarde da Band", com a participação da audiência e notícias ligadas ao mundo dos famosos. A radialista Amanda Negrini é quem comandará a grade local nas tardes da emissora. Fonte: TudoRádio

Presidente da Fenaert participa do 25º Congresso Paranaense de Radiodifusão

fenaertO presidente da Federação Nacional das Empresas de Rádio e TV (Fenaert), Guliver Leão, esteve presente no 25º Congresso Paranaense de Radiodifusão, promovido pela Associação das Emissoras de Radiodifusão do Paraná (AERP) e pelo Sindicato das Empresas de Rádio e Televisão do Paraná (SERT/PR). O evento ocorreu entre os dias 18 e 20 de setembro, no Paraná Clube, em Curitiba.

O Congresso, que neste ano teve como tema “A Força da Tv e do Rádio Multiplataformas”, reuniu empresários, radiodifusores e executivos em discussões sobre o mercado publicitário, institucional e acadêmico a partir de temas pertinentes e atuais do setor da radiodifusão. Conforme o presidente da Fenaert, os participantes do evento tiveram acesso a tendências, métodos, pesquisas e estudos realizados no meio rádio, além de ferramentas de gestão para uma aplicabilidade imediata de desenvolvimento profissional de suas equipes de colaboradores, o que colabora para o avanço do segmento.

Jornalismo do SBT aposta em vídeos com formatos específicos para mídias sociais

Voltado à área de jornalismo, o projeto SBT Video Lab é uma iniciativa pioneira da rede de TV de Silvio Santos no Facebook. Com o objetivo de experimentar novas linguagens jornalísticas em vídeos para a internet, mais de 150 funcionários e colaboradores da empresa passaram por treinamentos e 74 vídeos em formato específico para compartilhamento em mídias sociais foram produzidos.

Rodrigo Almeida Hornhardt, chefe de redação no SBT, explica que a iniciativa é fruto de sua participação, em conjunto com Carolina Gazal, gerente de conteúdo digital da emissora, em um curso promovido em maio e junho últimos pelo Facebook em parceria com a ONG International Center For Journalists (ICFJ).

"Lideranças de diversas redações brasileiras foram convidadas a participar desse curso. Cada redação pôde escolher um foco de atuação. Nós escolhemos a área de vídeos", resume Rodrigo.

Os veículos que participaram do curso receberam uma verba para produzir conteúdo dentro dos conceitos discutidos durante o treinamento. Assim nasceu o projeto SBT Video LAB.

"O engajamento da redação foi muito legal. As pessoas encararam como uma oportunidade de aprender uma nova linguagem. Essa primeira etapa gerou uma série de ideias e inputs", descreve o chefe de redação.

Dentro das iniciativas promovidas, Rodrigo destaca o treinamento feito para os funcionários do SBT por Arnaldo Carvalho, editor de fotografia do Jornal do Commercio, de Recife (PE). Carvalho falou sobre a tendência de fotógrafos fazerem vídeos e de cinegrafistas fazerem fotos, a fim de multiplicar as equipes e tornar as redações mais sustentáveis. Já adotada no Jornal do Commercio, a prática teria levado um cinegrafista a ganhar um concurso interno de fotografia do grupo.

Na primeira etapa do projeto SBT Video Lab, três tipos de vídeo com conteúdo jornalístico foram produzidos: curtos (até um minuto), mini docs e vídeos explicativos. Uma das prioridades do projeto são os chamados vídeos sociais, que são curtos, trazem pílulas de informação e podem ser assistidos sem áudio.

Com várias iniciativas na área digital, o SBT já é muito assistido no YouTube. Porém, nesta plataforma as reportagens são reproduzidas no mesmo formato que vão ao ar nos telejornais. Agora a ideia é produzir conteúdo pensado especificamente para os meios digitais.

"Há uma disruptura na nossa indústria, não sabemos como será o futuro. Mas sabemos que será necessário estar onde os espectadores estão", conclui Rodrigo.

Fonte: Portal Imprensa

Assine nossa Newsletter